Skip to main content

Instituições financeiras

Participamos ativamente na transformação da indústria de serviços financeiros

A atividade bancária está imersa em um processo de profunda transformação motivado por, pelo menos, três grandes elementos: o contexto macroeconômico; a regulação e a supervisão; e a transformação digital, com impactos diretos na rentabilidade das instituições financeiras: redução das margens, pressão sobre os custos e diminuição do ROE. De acordo com a EBA, 30% das instituições europeias preveem realizar alterações em seu modelo de negócio como consequência destes fatores.

A evolução do contexto macroeconômico é caracterizada em termos globais pela moderação do crescimento, em um contexto de baixas taxas de inflação e taxas de juros, embora com uma tendência decrescente das taxas de desemprego e inadimplência, permitindo, no curto prazo, manter o preço dos ativos e estimular o apetite de risco, mas, no médio prazo, reduz a rentabilidade do negócio bancário e o torna mais vulnerável.

Em relação ao contexto regulatório e supervisor, os requisitos são mais numerosos, mais exigentes e afetam mais âmbitos (capital, provisões, estrutura de balanço, liquidez, alavancagem, etc.), em troca de uma maior segurança e solvência do conjunto do sistema, o que reduz a rentabilidade das instituições de forma estrutural; e os custos diretos de adaptação estão sendo muito significativos para as instituições, alcançando os 2 bilhões de dólares por ano, no caso das maiores instituições. Mas a expectativa é de uma certa estabilização no médio prazo, à medida que o processo de transformação regulatória e supervisora vá concluindo.

Por outro lado, em relação à transformação digital, observamos uma revolução tecnológica sem precedentes, com um impacto profundo no modelo de negócio das instituições. Esta transformação pode ser sintetizada em três alterações: o aumento exponencial de dados e capacidades de armazenamento, processamento e modelagem, com menores custos associados; uma alteração de comportamento dos clientes, para um perfil mais digital e informado; e o aparecimento de novos concorrentes fortemente alavancados em tecnologia.

Perante o desafio trazido pela transformação do contexto em que operam, as instituições financeiras estão reagindo a essas mudanças em, pelo menos, quatro pilares: modelos de negócio; transformação e eficiência; finanças e gestão de riscos.

Nossa prática

A Management Solutions atende a todos os tipos de instituições que compõem esse mercado - bancos, seguradoras, sociedades de investimento, corretoras, financeiras, etc.

Partindo de um profundo conhecimento do setor, nossos profissionais possuem uma vasta experiência em qualquer um dos desafios atualmente vigentes.

Todos as nossas áreas de especialização são aplicáveis a essa prática. Além disso, desenvolvemos serviços que atendem às necessidades específicas do setor. Destacamos especialmente os relativos às atividades de Bancos de Atacado (Tesouraria, Mercado de Capitais, Asset Management, Meios de Pagamento, etc.), o negócio de Bancos Comerciais e de Varejo (modelos de distribuição, conhecimento do cliente, multicanalidade e experiência do cliente, etc.), o gerenciamento dos riscos financeiros de negócio (em todos os seus aspectos), a otimização dos recursos próprios consumidos, assim como o cumprimento de regulamentos aplicáveis (Basiléia, liquidez, lavagem de dinheiro, etc.).