Durante o primeiro trimestre de 2021, a economia mexicana registrou, pelo sexto trimestre consecutivo, uma taxa anual negativa de -2,77%. Entretanto, vale a pena notar que registrou um aumento de 1,90 p.p. com relação ao trimestre anterior. Quanto aos preços, a inflação ficou em 3,99% no primeiro trimestre do ano, após registrar um aumento trimestral de 0,47 p.p.. Em relação ao mercado de trabalho, a taxa de desemprego permaneceu constante em 4,50%. O peso mexicano desvalorizou 0,05% em relação ao dólar americano durante o 1T21 a uma taxa de câmbio média de 20,55 pesos por dólar.

 


Macroeconomic outlook report: Mexico 1Q21

Watch video

Situação macroeconômica

  • O PIB mexicano registrou a sexta contração trimestral consecutiva, atingindo um crescimento de -2,77% em relação ao ano anterior. Dito isto, a taxa de mudança aumentou em 1,90 p.p. em relação ao trimestre anterior, o que representa o terceiro aumento consecutivo em relação ao crescimento do trimestre anterior, e consolida o início da recuperação da economia mexicana.
  • O índice de atividade industrial registrou no 1T21 uma aceleração de 1,50 p.p. em sua variação interanual, para registrar uma taxa de -1,87%.
  • Em relação ao mercado de trabalho, a taxa de desemprego permaneceu constante em relação ao quarto trimestre, em 4,50% no 1T21.
  • A moeda mexicana depreciou-se em relação ao dólar americano em 0,05% no 1T21 para uma taxa de câmbio média de 20,55 pesos por dólar.
  • A inflação foi de 3,99% no 1T21, uma aceleração de 0,47 p.p. em comparação com o trimestre anterior.

Para mais informações, acesse o documento executivo em PDF clicando aqui (somente disponível em Espanhol).