Durante o quarto trimestre de 2021, o PIB dos EUA continuou a recuperação que teve início no 3T20, aumentando o crescimento interanual do trimestre anterior para 5,50%. A recuperação da atividade econômica durante este período foi o resultado do aumento do consumo privado, dos investimentos e das exportações. No lado da demanda externa, o crescimento das exportações superou o crescimento das importações. Relativamente ao mercado de trabalho, a taxa de desemprego desacelerou 2,60 p.p. em comparação com o mesmo trimestre do ano anterior, para 4,20%. A taxa de variação interanual do emprego desacelerou em relação ao trimestre anterior em 1,24 p.p. para 3,60%. A inflação no período aumentou em relação ao trimestre anterior para 6,44%. Finalmente, o dólar se valorizou em relação ao euro, com uma taxa de câmbio média de 1,14 US$/euro durante o quarto trimestre do ano.


Macroeconomic outlook report: USA 4Q21

Watch video

Situação macroeconômica

  • A economia americana experimentou um aumento na variação anual do PIB para 5,50%, 0,60 p.p. a mais do que no trimestre anterior. Esta lenta recuperação foi devida ao ressurgimento dos casos da COVID-19, o que levou a novas restrições e atrasos na reabertura de estabelecimentos em algumas partes do país, além das persistentes interrupções no fornecimento que provocaram um crescimento moderado.
  • Em relação ao mercado de trabalho, a taxa de desemprego desacelerou em 2,60 p.p. em comparação com o quarto trimestre de 2020, atingindo uma taxa de 4,20%. Por outro lado, a taxa de crescimento anual do emprego desacelerou em 1,24 p.p. em comparação ao 3T21, registrando uma variação de 3,60%.
  • O dólar aumentou em relação ao euro em comparação com o terceiro trimestre de 2021, com uma taxa de câmbio média de 1,14 dólares/euro no 4T21.
  • A inflação registrou uma taxa de 6,44% no 4T2021, após uma aceleração de 1,01 p.p. em comparação com o trimestre anterior.

Para mais informações, acesse o documento executivo em PDF clicando aqui (somente disponível em Inglés).